CONCEITO

 

A ECONOMIA CIRCULAR consiste num modelo económico regenerativo e restaurador, em que os recursos (materiais, componentes, produtos, serviços) são geridos de modo a preservar o seu valor e utilidade pelo maior período de tempo possível.

Desta forma, aumenta-se a produtividade dos recursos, preserva-se o capital natural bem como o capital financeiro das empresas e sociedade civil.

 

 

ENQUADRAMENTO

 

O percurso já trilhado no apoio à transição para a ECONOMIA CIRCULAR permite identificar três níveis de atuação: nas POLÍTICAS, capazes de facilitar a circulação e aproveitamento de recursos, respeitando sempre a preservação do capital natural; no INVESTIMENTO, com intervenções no sistema económico, na definição de instrumentos financeiros ou apoiando projetos específicos; no CONHECIMENTO, promovendo a interação de grupos de interesse, desde a colaboração em I&D às boas-práticas.

 

 

O PORTAL

 

O portal ECO.NOMIA é uma das componentes do plano de ação do Ministério do Ambiente, assumindo-se como espaço de partilha de CONHECIMENTO. Por um lado, divulgando junto de consumidores e empresas as vantagens e oportunidades de financiamento e, por outro, lançando um fórum de interação para projetos colaborativos de INVESTIMENTO em Economia Circular. 

A transição para a Economia Circular exige uma mudança profunda no modo como valorizamos os nossos materiais, produtos e serviços.

 

O portal ECO.NOMIA contribui para essa mudança, assumindo-se como repositório de conhecimento para instituições públicas, empresas e comunidade, e como plataforma de interação para o desenvolvimento de novos projetos nesta matéria.

 

Contámos com a colaboração de várias entidades, sobretudo ligadas ao design, ciência e tecnologia, setor empresarial, logística, consumidor final e resíduos, na construção deste conhecimento que agora colocamos ao alcance de todos.

 

A sua participação é bem-vinda!

 

Equipa

Secretaria Geral do Ambiente
Ministério do Ambiente
Crescimento Verde
CENSE