VOLTAR

Corticeira Amorim

De rolhas ao space shuttle

Um dos exemplos “bandeira” de economia circular em Portugal. A substituição de materiais não renováveis por cortiça, um material de origem biológica, não tóxico e com propriedades que lhe conferem múltiplas aplicações nos mais variados domínios merece, certamente, figurar como caso internacional neste domínio.
 

A Corticeira Amorim é uma sociedade gestora de participações sociais com sede em Mozelos, Santa Maria da Feira, com capital social de 133 M euros, cotadas na Euronext Lisbon. Encontra-se organizada em cinco Unidades de Negócio: matérias-primas, rolhas, revestimentos, aglomerados compósitos e isolamentos. Opera em mais de 100 países em todos os continentes, e é a maior empresa mundial de cortiça.

 

A Amorim Cork Composites, unidade de compósitos, em particular, concentra as suas atividades na produção de granulados, aglomerados de cortiça e de cortiça com borracha. As propriedades naturais da cortiça possibilitam o fornecimento de soluções a setores de atividade tão diversos como a construção, calçado, automóvel, aeroespacial, ferroviária, artigos de design de interiores domésticos e comerciais entre outros. Um exemplo recente foi a parceria com a MCG – Mind For Metal, metalomecânica da região do carregado, para o desenvolvimento de um piso flutuante nos novos comboios Alfa Pendular.

 

Recentemente a Amorim criou a Amorim Cork Ventures, com o propósito de fomentar a criação e desenvolvimento de novos produtos e negócios com cortiça, orientados fundamentalmente para os mercados externos. O principal objetivo é apoiar empreendedores com conceitos / ideias de negócio com cortiça – desde uma fase embrionária, em que necessitam de condições e apoio para o desenvolvimento de protótipos e para a elaboração de um modelo e plano de negócios, a casos em que o produto já tenha sido desenvolvido e aí o apoio é essencialmente na proposta de modelo/plano de negócios. Mas a Cork Ventures apoia também PME com potencial de crescimento nesta área, criando e estabelecendo parcerias para a sua disseminação.

 

Para além do suporte financeiro, a incubadora da Amorim Cork Ventures apoia também no desenvolvimento de competências, beneficiando do know-how dos colaboradores da Corticeira Amorim e da sua rede de parceiros. Entre os exemplos de produtos apoiados via Ventures contam-se as flip-flops “ASPORTUGUESAS” ou os tapetes “SUGO CORK RUGS”, ambos feitos recorrendo ao aproveitamento de subprodutos de cortiça.

 

Fontes:

Site institucional Corticeira Amorim

Site institucional Amorim Cork Composites

Site institucional Amorim Cork Ventures